quarta-feira, 17 de maio de 2017

SONHOS










VOU DEIXAR MEUS SONHOS
FLUINDO POR AI
FINGIR
QUE NÃO SINTO SAUDADE
EMBORA MINHA OUTRA METADE
EU SEI
VIRA DESMENTIR
VOU IMAGINAR
QUE TEUS OLHOS
ESTÃO NOS MEUS
E QUE JÁ AMANHECEU
E ESTOU PRONTO PARA
TE AMAR
VOU QUERER A LUZ DO LUAR
E TODAS ESTRELAS DESTE CÉU
ENQUANTO MEU POEMA
EM UMA FOLHA DE PAPEL
O VENTO CARREGA
BATE EM SUA JANELA
E LHE ENTREGA
TUDO O QUE A DE BOM EM MIM
SEI QUE É O FIM
DESTE SONHO BOM
DAQUELE BEIJO EM QUE DEIXOU
A MARCA DO SEU BATOM
EM MINHA FACE SERENA
SÃO APENAS GOTAS PEQUENAS
QUE DOS OLHOS GOTEJOU
MAS NÃO IMPORTA NÃO
QUEM SABE AQUELA NOSSA CANÇÃO
LHE DESPERTE NOVAMENTE
E SAIA DAQUI CONTENTE
SÃO APENAS ILUSÕES
DE UM VELHO CORAÇÃO... QUE SUSPIROU