terça-feira, 3 de janeiro de 2017

CHOVEU








ERA MADRUGADA
CORTINAS AO VENTO
LEMBRANÇAS E PENSAMENTOS
LÁGRIMAS E SILÊNCIO
OLHOS DISTANTES
NADA ADIANTE
A NÃO SER ESTE VAZIO
É O VENTO FRIO
A CHUVA GELADA
TELHADO ESCORRENDO
FOLHAS VOANDO
BATENDO NA JANELA
SÓ FALTA ELA
NADA TENHO A FAZER
SAUDADE VAI DOER
EU SEI
JÁ IMAGINEI
A MINHA DOR
PERFUMES QUE A FLOR
ESPALHA
É O FOGO EM BRASA
QUASE APAGANDO
SÃO LEMBRANÇAS
BOAS
POEMAS EM FOLHAS
LHE DESCREVENDO
E EU SOFRENDO A MINHA DOR
É O AMOR
QUE A MUITO BRILHOU
HOJE APAGADO
FICA AO MEU LADO
É COMO NAVIO

QUE... NAUFRAGOU.