terça-feira, 18 de outubro de 2016

ENTRE OUTROS DESEJOS







NÃO SEI O QUE FAÇO
QUANDO EM PEDAÇOS
TENTO ME RECONSTRUIR
POIS PERDIDO NOITE AFORA
SOU AGORA
O VENTO QUE PASSOU
SOU FOLHA SECA PELO CHÃO
SOU CARRO NA CONTRAMÃO
SOU ESTRELA APAGADA
CURVAS PELA ESTRADA
EM BIFURCAÇÕES
SOU GUITARRA EM UM BLUES
SOU CINZA NO CINZEIRO
PERFUME NO TRAVESSEIRO
QUE MEU SUOR DEIXOU
SOU TEU DESEJO
PORTO PARA OS SEUS BEIJOS
QUE EM MEUS LÁBIOS
NAUFRAGOU
SOU LENDA MAL CONTADA
PEDREGULHOS PELA ESTRADA
QUE O VENTO ESPALHOU
SOU PONTO FINAL
SOU UM ANIMAL
UIVANDO PARA A LUA
SOU SUA LOUCURA
SEU PESADELO
SOU A LÁGRIMA
QUE NO TRAVESSEIRO... SECOU.
E ENTRE OUTROS DESEJOS
ME DE APENAS UM BEIJO
ENQUANTO O SILÊNCIO
DIZ COISAS QUE NO MOMENTO
NINGUÉM ESCUTOU
POIS LA FORA SÓ A LUA AGORA
SOBRE AQUELA NUVEM ESCURA
BRILHOU
SE NÃO SOU NADA
ME PERDOA

NADA... SOU.