terça-feira, 9 de agosto de 2016

ENCANTOS







A TARDE IA MORRENDO
AS FLORES FORAM SE FECHANDO
E TEUS OLHOS SOBRE O LIVRO
PERCORRIA DELICIOSAMENTE
ENTRE AS PALAVRAS ALI ESCRITAS
ERA BONITA
O SOL SE DESPEDINDO DO DIA
POIS A LUA PARECIA
ANSIOSA PARA BRILHAR
A PRIMEIRA ESTRELA SURGIU
ESPERANDO AS OUTRAS
PARA COM ELA SE JUNTAR
A VELA ACESA SOBRE A MESA
TREMULAVA COM O TOQUE DO
VENTO
QUE A TODO MOMENTO
VINHA SUA CHAMA ACARICIAR
EM SEUS OLHOS A LÁGRIMA BROTOU
ERA COMO SE FOSSE O ORVALHO
QUE A FLOR
VEIO BEIJAR
E ASSIM A NOITE PASSAVA
NO SILÊNCIO
DE SEUS SUSSURROS
POIS ASSIM QUE A VELA APAGOU
SOMENTE A LUA... BRILHAVA NO ESCURO.
ERA ENCANTOS
NOITES DE PIRILAMPOS

QUERENDO A LUA... BEIJAR.