quarta-feira, 27 de julho de 2016

SEGREDOS DA ALMA







DEIXEI MEUS PENSAMENTOS
IREM EMBORA
POIS LA FORA
A VIDA PASSA
O VENTO BATE NA VIDRAÇA
ACARICIANDO A CORTINA
E O TEU SORRISO DE MENINA
REFLETE NO ESPELHO
ESTAMOS NO MÊS DE FEVEREIRO
SÃO OS NÚMEROS DO CALENDÁRIO
É BIZARRO
VIVER DESTA MANEIRA
VOAR FEITO FOLHAS AO VENTO
POIS O TEMPO NÃO PARA
OS PONTEIROS NÃO SE ENCONTRAM
E AS HORAS PASSAM
DEIXANDO PARA TRAZ
A IMPERFEIÇÃO
DE NOSSOS DESEJOS
QUEM SAIBA UM BEIJO
UM ADEUS
OS OLHOS TEUS
SOBRE MEUS OMBROS
SÃO ESCOMBROS
DE UM PASSADO DISTANTE
A PONTA DE UM BARBANTE
QUE APENAS DEIXOU ROLAR
POIS EM TEU OLHAR

A LÁGRIMA... AINDA BRILHA.