segunda-feira, 11 de julho de 2016

DOCE DESEJO






QUANTOS DESEJOS
SE PERDEM POR AI
ENQUANTO A LUA VEM FLUIR
SOBRE NOSSAS CABEÇAS
NUNCA SE ESQUEÇA
QUE O TEMPO PASSA
QUE AS ESTRELAS AO DE
BRILHAR NA VIDRAÇA
FLORES BROTAM DO CHÃO
ENQUANTO O ORVALHO VEM
LHES BEIJAR
SÃO ENCONTRO DE UM OLHAR
AOS MEUS
OU APENAS DESEJOS QUE ME DEU
DENTRO DE SUA NUDEZ
É A INSENSATEZ
DE MINHAS MÃOS
DESLIZANDO SUAVES CAMINHOS
POIS ESTES ESPINHOS
NÃO VÃO ME FERIR
TENTO RESISTIR
MAS NÃO CONSIGO
E EU SEI
E DENTRO DE VOCÊ

ESTE MEU DOCE... ABRIGO