quarta-feira, 29 de junho de 2016

NOITE ADENTRO




SÃO MEUS PENSAMENTOS
QUE VOAM POR AI
QUE QUEREM FLUIR
FEITO LUA PELO ESPAÇO
SÃO MEUS PEDAÇOS
QUE EM FRAGMENTOS
O VENTO LEVA
E SÓ ME ENTREGA
SAUDADES SEM FIM
QUE DENTRO DE MIM
SE ESPALHA POR INTEIRO
SÃO LÁGRIMAS
QUE NO TRAVESSEIRO
MOLHA MINHA FACE
SERENA
SÃO APENAS GOTAS
PEQUENAS
EM RIO SE TORNAR
SÃO DESAFIOS
MAR CARREGANDO NAVIOS
EM HORIZONTES SEM FIM
POIS AQUI DENTRO DE MIM
O RIO PASSA
A CHUVA NA VIDRAÇA
ESCORRE
POIS ANTES QUE O VENTO
DOBRE
ME DEIXE... TE ESQUECER.
E NOITE ADENTRO
QUEM SAIBA POR UM MOMENTO
EU VEJA

DE NOVO... VOCÊ.