sábado, 27 de fevereiro de 2016

QUANDO DISSE ADEUS





FOI AO AMANHECER
ASSIM QUE O SOL SURGIU
ASSIM QUE MEUS DESEJOS
DESCOBRIU
QUE TUDO VIRARIA SAUDADE
POIS A LÁGRIMA INVADE
OS OLHOS MEUS
SEM QUE EU POSSA
EVITAR
ELAS SIMPLESMENTE
QUEREM BRILHAR
DEIXANDO SUAS GOTAS
NA FLOR
POIS O SABOR
FICOU AMARGO
E DENTRO DO SILÊNCIO
PROPAGO
O MEU VAZIO
ESTILHAÇOS FRIOS
DEPOIS DA TEMPESTADE
SÃO RECORDAÇÕES
NA MESMA PROPULSÃO
DE UMA SAUDADE
SÃO ENCANTOS
QUE SE QUEBRARAM
APENAS FICARAM JOGADOS
EM UM CANTO QUALQUER
COMO SE FOSSE UM OBJETO
QUE SE CANSOU DE USAR
POIS QUANDO ME DISSE ADEUS
OS OLHOS TEUS
DOS MEUS SE ESCONDERAM
FICOU FECHADO
NESTE ESPAÇO MOLHADO

QUE A SAUDADE... LHE DEU.