terça-feira, 26 de janeiro de 2016

ENTRE O CÉU E O LUAR





ENTRE O CÉU
E O LUAR
EXISTE UM ESPAÇO
INFINITO
QUE EU NEM IMAGINO
COMO SEJA
POIS SOBRE A MESA
SÓ MEUS SONHOS CABEM ALI
SÃO POEMAS QUE ESCREVI
PENSANDO EM VOCÊ
FOI COMO SONHOS
QUE VI NASCER
E SEREM APAGADOS
POIS HOJE AO MEU LADO
SÓ SAUDADE FICOU
SÓ AS LEMBRANÇAS
POR AI SE ESPALHOU
DEIXANDO EM TUDO RECORDAÇÕES
FORAM SUAS MÃOS
QUE SUAVEMENTE ME TOCOU
DENTRO DE UMA ILUSÃO PASSAGEIRA
COMO SE A NOITE INTEIRA
AS ESTRELAS
EM CHUVAS SE TRANSFORMOU
SEI QUE SÃO SONHOS MEUS
QUE A MADRUGADA  TROUXE
SÃO TÃO DOCES
QUE CHEGO A ACREDITAR
SER REALIDADE
MAS BEM LA FUNDO SEI
SÃO FRUTOS DE MINHA IMAGINAÇÃO
SÃO SONHOS QUE SONHEI
SÃO SAUDADES EU SEI... QUE CARREGO DENTRO

DO MEU CORAÇÃO.