domingo, 13 de setembro de 2015

VOZES AO VENTO





ME DE POR FAVOR
O PERFUME
QUE O VENTO LEVOU
ASSIM QUE A CHUVA CAIU
FORMANDO MARES
E RIOS
QUE EM DESAFIOS
EM CACHOEIRAS
PELO AR SE PRECIPITOU
ME DE AQUELE BRILHO
QUE DENTRO DE TEUS
OLHOS VAZIOS
UM DIA SE APAGOU
E ME CHAMA
MURMURA O MEU NOME
EM VÃO
ANTES QUE ESTAS LÁGRIMAS
SEQUEM PELO CHÃO
ONDE AS MINHAS
UM DIA
JÁ SECOU
SEJA A VOZ DO VENTO
AQUELE DOCE MOMENTO
DE LEMBRANÇA
FEITO SONHOS DE CRIANÇA
QUE SORRI AO ACORDAR
POIS MEU SONHO
É TE AMAR
É TER VOCÊ
É ME ENCHER DE
PRAZER
E DESEJO
É SENTIR TEUS
LÁBIOS
NOS MEUS
NESTE LONGO E DOCE
BEIJO
ENQUANTO VAMOS
NOS PERDENDO
UM DENTRO DO OUTRO
FORMANDO AOS POUCOS

A SAUDADE... QUE FICOU.