quinta-feira, 24 de setembro de 2015

A ROSA





QUERO QUE SINTA
O FRESCOR
DESTE AMANHECER
DO PERFUME
QUE DEIXOU ESCORRER
EM MINHAS MÃOS
ASSIM QUE AS TUAS
ME TOCOU
FOI COMO SE FOSSE
UMA ROSA
QUE SE DESPETALOU
DENTRO DE MINHA ALMA
BRILHANTE
FOI COMO SE SEUS OLHOS
FOSSEM
DOIS DIAMANTES
SENDO LAPIDADOS
PELOS MEUS
FOI COMO SE DEUS
ME DESSE O PRIVILÉGIO
DE UM ANJO OLHAR
FOI COMO SE O RIO
QUE ABRAÇOU O MAR
SUAS GOTAS
POR ELE SE ESPALHOU
POIS SEI
QUE É APENAS UM SONHO
DESTES QUE SUPONHO
A SAUDADE
INVENTOU
SÃO LEMBRANÇAS
RECORDAÇÕES
SÃO LÁGRIMAS QUE DANÇAM
QUE NOS OLHOS BALANÇAM
E CAEM

DEPOIS QUE PELO ESPAÇO... SE ESPALHOU.