segunda-feira, 10 de agosto de 2015

ENTARDECER






HOJE ENTARDECI
ENTRE FLORES
E LUARES
SOBRE OS ESCOMBROS
DE UMA SAUDADE SEM FIM
FOI UMA ESTRELA
QUE BRILHOU EM MIM
E EU CLAREEI
APENAS VOEI
FEITO FOLHAS PELO ESPAÇO
FOI MEUS PEDAÇOS
QUE SE JUNTARAM AOS TEUS
FOI APENAS UMA LÁGRIMA DE
ADEUS
UM SUSPIRO PROFUNDO
SÃO COISAS DESTE MUNDO
ONDE VIVE OS SONHOS MEUS
E EU AQUI FEITO UM FRASCO
VAZIO
ONDE O PERFUME NESTE INVERNO
FRIO
EVAPOROU
SÃO LEMBRANÇAS QUE MEU CORAÇÃO
CARREGOU
EM MADRUGADAS SEM LUAR
QUERIA APENAS TE AMAR
ME DAR POR INTEIRO
SER UMA GOTA DE ORVALHO
QUE SE DERRETEU NO TRAVESSEIRO
SER AQUELA PORTA ABERTA
ONDE POR CERTA
VOCÊ ULTRAPASSOU
SER O VENTO QUE TE CARREGA
ASSIM QUE EM SONHOS VOOU
E A NOITE CAI
SÃO RECORDAÇÕES QUE VAI
E NÃO VOLTA
É O FECHAR DAQUELA PORTA

ONDE MEUS OLHOS... SE APAGOU.