quinta-feira, 11 de junho de 2015

CHUVAS AO ANOITECER






A CHUVA ESTA CAINDO
FEITO PINGOS
PELA CALÇADA
MINHAS PEGADAS
NÃO EXISTEM
NESTE ANOITECER
TRISTE E VAZIO
SOMENTE O VENTO FRIO
PASSA AO MEU LADO
SINTO UM BEIJO GELADO
ME ARREPIO
E SIGO EM FRENTE
POIS DE REPENTE
A SAUDADE VIRA
SEI QUE VAI DOBRAR
A ESQUINA LÁ ADIANTE
COMO SE FOSSE UM VIAJANTE
DE MINHAS LEMBRANÇAS
SÃO CHUVAS AO ANOITECER
SÃO LÁGRIMAS A ESCORRER
SÃO RECORDAÇÕES
DESEJOS E EMOÇÕES
NA VITRINE
SEUS OLHOS REFLETIU
SÓ OS MEUS OLHOS VIU
FOI ILUSÃO
COISAS DO CORAÇÃO
QUE SOFRENDO ESTA
TENTO NÃO CHORAR
MAS A LÁGRIMA CAI
SOME NA CALÇADA E VAI
FEITO UM BARCO DE PAPEL
SÃO REFLEXOS DO CÉU

QUE PENA... SÓ UMA ESTRELA SURGIU.