domingo, 8 de março de 2015

ALMA DE MULHER





QUANDO AS LÁGRIMAS
CAEM DO CÉU
E SE ESPARRAMAM SOBRE
O MEU TELHADO
Meus OLHOS MAREJADOS
DEIXAM O BRILHO ESCAPAR
SÃO LUZES DESTE LUAR
QUE VAGAM PELO ESPAÇO
SÃO POEMAS QUE EM PEDAÇOS
QUEREM SE COMPLETAR
SÃO DESEJOS ARDENTES
ENCHENTES DE SAUDADE
E LEMBRANÇAS
SÃO HERANÇAS
DE UM AMOR DIVINO
QUE DE HOMEM
Faz-me um menino
São perfumes e aromas
Lançando poesias pelas
Sombras
Como se fossem luzes que
As estrelas trazem
São ventos que de passagem
As folhas vão levando
São rios que vão passando
Por de baixo da ponte
São recordações que ontem
Em meu peito ficou
E é este amor que eu lhe dou
Que me faz feliz
Pois eu sempre te amei
Eu sempre te quis
E sei que também me quer
Que me ama na profundidade
Do seu coração
E é assim que vamos nesta
Continuidade
Amando por amar
Amando por saudade
Amando por querer
Amando por ser o único jeito
De ser
Pois somos como o sol e o luar
Somos o espaço e o infinito
Somos ecos de um grito que não
Quer se calar
Somos a lenda e a realidade
A magia que encanta
A flor que dança ao sabor do
Vento
Somos o futuro
O mais doce momento
Que o tempo pode nos dar
E sei que é assim que deus quer
Pois já estava escrito
Entre os rabiscos
Que os anjos deixaram por ai
Que ia amanhecer
Que o sol ia surgir
E que você ia me iluminar
Com esta sua alma... De mulher
Pois Alem de nossa eternidade
Cujo infinito é o céu
Minha alma na tua
Será como o brilho da lua
Escrevendo poemas em folhas
De papel
E eu te amarei
Mais do que imaginei
Te amar
Assim como me amaras
Em teus mais lindos momentos
De saudade
POIS DOS SONHOS A REALIDADE
NÃO EXISTE ESPAÇO
SÃO APENAS ALMAS
QUE EM PEDAÇOS

OS ANJOS VIERAM... COMPLETAR.