quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

RABISCOS





QUANDO A NOITE CAI
ESPARRAMANDO ESTRELAS
POR ESTE ESPAÇO
SEI QUE FAÇO PARTE
DESTE PEDAÇO
E DENTRO DELE SÓ
QUERO VOAR
QUERO SENTIR O TOQUE DA LUA
QUE PELAS NUVENS PROCURA
UMA PEQUENA FRESTA
PARA PODER BRILHAR
SÃO APENAS RABISCOS
QUE FORAM ESCRITOS
PELOS ANJOS ARCANJOS E QUERUBINS
SÃO POEMAS QUE ENFIM
O POETA EM VERSOS
VAI MURMURAR
E LA DENTRO DA ALMA
ESTA ORAÇÃO ACALMA
SÃO COMO CONTAS DE UM ROSÁRIO
QUE MEUS DEDOS VEM DEDILHAR
SÃO CONTACTOS
HISTÓRIAS E FATOS
PROMESSAS DIVINAS
LUZES QUE PELAS ESQUINAS
NUNCA DEIXARAM DE BRILHAR
SÃO AMANHECERES
CHUVAS QUE NAS PAREDES
LANÇAM SUAS GOTAS
QUE PELAS JANELAS VEM
SE ESPALHAR
SÃO AROMAS E SABORES
PERFUMES E FLORES
BEIJOS E ABRAÇOS
SÃO SENTIMENTOS QUE
EM PEDAÇOS
A ALMA VEM JUNTAR
E TUDO O TEMPO LEVA
GUARDA DENTRO
DAS RECORDAÇÕES
E NOS ENTREGA
EM FORMA DE LEMBRANÇAS
QUE NOS FAZEM SONHAR
E EU DENTRO DESTE VAZIO
APENAS DESAFIO
ESTA SAUDADE
QUE NA VERDADE
EU SEI
NUNCA VAI PASSAR
POIS UM DIA EU TE AMEI
E ATÉ HOJE EU NÃO SEI
SE FOI REALIDADE

OU NA VERDADE... UM SONHO QUE SONHEI.