segunda-feira, 20 de outubro de 2014

FOI O BEIJO DELA







ME DE UM SORRISO
E VAI EMBORA
DEIXE APENAS OS PONTEIROS
MARCAREM AS HORAS
ASSIM QUE A MADRUGADA
VIER
SEJA APENAS UMA MULHER
CHEIA DE SAUDADES
POIS A NOITE AS ESTRELAS
INVADEM
OS OLHOS TEUS
SÃO LUZES QUE OS MEUS
AVIAM PERDIDO
NESTA NOITE EM QUE SEM
SENTIDO
ESTOU SÓ
APENAS DEU UM NÓ
EM MEU PEITO
E EU SEI FOI O BEIJO
DELA
QUE ATRAVÉS DA JANELA
ELA ME MANDOU
VEIO NAS ASAS DO VENTO
ASSIM QUE POR ELA ELE
PASSOU
MAS NÃO FIQUE TRISTE NÃO
POIS A SOLIDÃO PASSA
É COMO LÁGRIMAS NA VIDRAÇA
QUE EU SEI VAI ESCORRER
E COM O TEMPO DESAPARECE
APENAS ME EMPRESTE
A SAUDADE QUE NÃO ME DEU
EU SEI FOI O BEIJO DELA
QUE MARCOU COM PROFUNDIDA
ESTAS LEMBRANÇAS QUE INVADEM
EM NOITES SEM FIM
E SE QUERES TER A MIM
SÓ ME FAÇA... SONHAR.
SEREI TEU RIO
NESTE FRIO AMANHECER
E SERAS O MAR
ENTRE AS BRUMAS QUE EU VI
DESAPARECER
POIS EM MEU SONHOS LOUCOS

EU AINDA... AMO VOCÊ.