segunda-feira, 27 de outubro de 2014

FLUTUANDO





MEU CORAÇÃO VOA
AO SABOR DA GAROA
QUE AGORA CAI
ELE PEGA
UMA TEMPESTADE DE
SAUDADE E VAI
MUNDO AFORA
NÃO SE IMPORTANDO
COM A HORA
NEM O LUGAR
ELE APENAS DESEJA
SENTE PRAZERES
E SEDE
DESTES LÁBIOS TEUS
QUE COLADOS AOS MEUS
NOS PEGAMOS A SONHAR
MEU CORAÇÃO FLUTUA
VAI RUMO A LUA
E SE PERDE PELO ESPAÇO
FEITO PEDAÇOS
QUE QUEREM SE JUNTAR
ELE APENAS SONHA
VAGA POR AI
E NAS MANHÃS QUER SURGIR
AO LADO TEU
LHE DAR AS FLORES
QUE DE TODAS AS CORES
EU TROUXE
DENTRO DO PEITO MEU
E É ASSIM
QUE LA NO FIM
DA TARDE QUE CHEGOU
EU LHE ABRAÇO
E ME REFAÇO
DA SAUDADE QUE FICOU
E SEM RUMO
ME APLUMO
E ME ENTREGO POR INTEIRO
DEIXANDO PERFUMES NO TRAVESSEIRO
DEPOIS DO SUOR... DO NOSSO SUOR

QUE SE... MISTUROU.