segunda-feira, 27 de outubro de 2014

DE BAIXO DA LUA CHEIA








QUERIA PODER TOCAR
AS ESTRELAS QUE NO MAR
REFLETEM SUA LUZ
E NAVEGAR EM ÁGUAS
MANSAS
ENQUANTO EM MEUS BRAÇOS
DESCANSA
QUERENDO SONHAR
COM A LUA QUE LHE SEDUZ
SER UM PINGO DE ÁGUA
QUE A CHUVA TROUXE PELA ESTRADA
PARA A FLOR BEIJAR
SER A GOTA DO ORVALHO
QUE SE JUNTOU AS TUAS LÁGRIMAS
NESTE MOMENTO EM QUE A SAUDADE
SÓ LHE FAZ CHORAR
QUERIA SER A SOMBRA FRESCA
ONDE SEU CORPO DEITA
E TEM A SENSAÇÃO
DE PODER VOAR
POIS DE BAIXO DA LUA CHEIA
AS ESTRELAS CAMINHAM
ASSIM COMO A ROSA SE ABRE
ENTRE OS ESPINHOS
SEM DEIXAR DE PERFUMAR
QUERIA SER O VENTO
AS COISAS DO SEU PENSAMENTO
AS PALAVRAS DESTE POEMA
A LENHA QUE QUEIMA
ATÉ CINZAS VIRAR
POIS SEI QUE ELAS VOAM
PARA O MAR
LA ONDE EM TEU BRAÇOS
NAUFRAGUEI
POIS ATÉ HOJE EU NÃO SEI
E FOI REALIDADE
OU FOI ESTA SAUDADE

QUE ME FEZ... SONHAR.