domingo, 28 de setembro de 2014

CANÇÕES DA PRIMAVERA







OUÇO O CANTO DOS PARDAIS
NESTA MANHÃ ENSOLARADA
PERFUME DE FLORES PELAS ESTRADAS
EM BRISAS SUAVES DE VERÃO
OUÇO CANÇÕES
NAS ASAS DAS BORBOLETAS
SOBREVOANDO MINHA JANELA
ESCUTO O SORRISO DELA
LA FORA
O TEMPO PARA NESSA HORA
SAGRADA
DESÇO AS ESCADAS
E CORRO PARA OS TEUS BRAÇOS
JUNTANDO OS MEUS PEDAÇOS COM
OS TEUS
PARA QUE POSSAMOS NOS COMPLETAR
E TE AMO DE UM JEITO
QUE NUNCA EU SEI
SABEREI DE NOVO AMAR
OUÇO O VENTO PASSANDO
MURMURANDO EM NOSSOS OUVIDOS
COISAS SEM SENTIDOS
QUE SÓ EU E VOCÊ COMPREENDEMOS
POIS É ASSIM QUE NOS VEMOS
NESTE GESTO LINDO DE AMAR
E DEIXO SEU OLHAR CAIR NO MEU
ASSIM COMO O SOL QUE DESAPARECEU
NA LINHA DO HORIZONTE
SÃO RIOS CASCATAS E FONTES
QUE ATÉ PARECE UM PARAÍSO
MAS SÃO APENAS ABRIGO
PARA OS NOSSOS CORAÇÕES APAIXONADOS
SÃO CASAS FAZENDAS E SOBRADOS
AO LONGO DO CAMINHO
ROSAS QUE ENTRE OS ESPINHOS
SE ABREM EM PÉTALAS COLORIDAS
E EU DOU A MINHA VIDA
POR UM BEIJO TEU
DEPOIS QUE DE MADRUGADA SE PERDEU
TODINHA EM MEUS BRAÇOS
FEITO PEDAÇOS
QUE EM MEUS PEDAÇOS... SE RECOLHEU
E ASSIM SEGUE A VIDA
ENTRE LUZES  COLORIDAS
DEIXADAS PELAS ESTRELAS
QUE NOSSOS SONHOS VIERAM SALPICAR
SÃO ONDAS DESTE MAR
INVADINDO A PRAIA
MOLHANDO A SUA SAIA
QUANDO SEUS PÉS... VIERAM BEIJAR.